Hungria

A Hungria é um país sem saída para o mar na planície da Panônia, na Europa Central. Limita com Áustria, Eslováquia, Romênia, Ucrânia, Sérvia, Croácia e Eslovênia. Sua capital é a cidade de Budapeste, a maior do país. A maior parte do país é composta por planícies, que não chegam a 200 m de altitude. Em alguns pontos existem pequenas cadeias de montanhas, o ponto mais alto é a montanha Kékes com 1.014 metros e está localizada à nordeste de Budapeste. O ponto mais baixo é nas proximidades de Szeged no sul. A Hungria possui um clima temperado continental,com frio e úmido inverno e um verão quente.
As principais atrações

A Hungria, tem três importantes atrações turísticas. Em primeiro lugar, Budapeste, a capital do país, situada na Curva do Danúbio, uma das mais belas capitais do Leste Europeu, uma cidade onde há muito a se ver ou fazer, animada e com lindos parques.

Outra atração turística é o lago Ballaton, o maior da Europa Central, com líndas paisagens.

Finalmente, o interior da Hungria é repleta de pequenas cidades que conservam sua antiga arquietura e muitos dos costumes tradicionais magiares. É o caso de Gyor com seu centro barroco, de Fertod onde existe um palácio também barroco, da segunda metade do século XVIII, de Koszeg, perto da fronteira austríaca, Sopron e sua Cidade Antiga, de Siklos, one existe um castelo medieval do século XIII, Eger, de Hollóko, incluída no Patrimônio da Humanidade da Unesco, e outros lugares.
Alugar um carro e viajar pelo país é uma ótima experiência. Isso, sem falar da culinária húngara, que é bem especial e de seus vinhos e cervejas, muito bons.
O Lago Ballaton, com suas praias, o mar dos húngaros, é um lago raso com uma profundiade média de 3m e, por isso mesmo tem águas relativamente quentes. Ao mesmo tempo, no inverno, em razão de sua profundida congela-se rapidamente. O Lago Ballaton, que tem 77km de comprimento, é cortado por ferries, uma viagem com direito a vistas privilegiadas das margens.
O turismo expandiu-se muito depois que a Hungria ingressou na União Européia. A infra-estrutura turística húngara é muito melhor do que a de outras ex-repúblicas comunistas e é mais fácil encontrar por lá pessoas que falem inglês.

Comente com o facebook


× Como podemos te ajudar?