Rússia: O que você ainda não sabe sobre o maior país do mundo.

Se você não conhece nada sobre o país, prepare-se para se surpreender. Além de uma enorme extensão territorial, a Rússia possui também muitas peculiaridades.

  • Ninguém trabalha até o dia 11 de Janeiro. Dez dias após o ano novo, considera-se feriado nacional e esses dias não estão incluídos nos 28 dias de férias anuais.
  • A Rússia possui ao todo 11 fuso-horários diferentes. Isso faz com que uma cidade possa ter até 10 horas de diferença de uma cidade para a outra, dentro do mesmo país.
  • O metrô Russo é o mais movimentado da Europa, transporta aproximadamente 6 milhões de pessoas por dia.
  • O trânsito costuma ser um tanto quanto “caótico”. Há tantos motoristas imprudentes que existe um canal apenas para mostrar acidentes de trânsito.
  • O alfabeto utilizado é o cirílico, que é bem diferente do alfabeto latino utilizado aqui no Brasil. Criado em 1918, o alfabeto cirílico é utilizado para escrever outras línguas além do Russo, como o Búlgaro, o Ucraniano e o Servo-croata.
  • Se for presentear algum russo com flores, fique atento a quantidade. Números pares são apenas para velórios. Em ocasiões como aniversários ou encontros românticos, é necessário sempre utilizar números ímpares de flores.
  • Russos evitam fazer tatuagens. Isso se deve ao pensamento de que tatuagens estão relacionadas à ex-detentos, independente do desenho que possuam.
  • As pessoas são muito supersticiosas na Rússia. Ao comprar uma casa nova, acredita-se que é necessário que um gato pise antes na casa para trazer sorte ao lugar. Por isso, existem agências responsáveis por aluguel de gatos.
  • Existe uma rede social apenas para Russos, e chama Vkontakte (VK). Com mais de 30 milhões de inscritos, é equivalente ao Facebook até mesmo na aparência estética, exceto em um aspecto que chama bastante atenção. Não há controle algum ou punição para ataques extremistas, comentários racistas, homofóbicos ou machistas. Apesar disso, a rede social é um sucesso em todo o país.
  • Os russos fazem questão que todos tenham acesso á sua língua até em programas e filmes internacionais, sendo assim, os filmes passados na televisão e até mesmo no cinema, são sempre dublados. É muito raro ter a opção de legenda.

Por:  Anna Luisa Rocha

Comente com o facebook